Dra. Marília Guimarães

CRP 01/22588

Abordagem Psicanalítica

WhatsApp Image 2020-11-12 at 10.35.17.jp

Atendimento adulto, adolescente e crianças

- Bacharelado | Psicologia pelo Centro Universitário de Brasília - UniCeub.


- Pós-Graduanda | Acompanhamento Terapêutico pela Child Behaviour Institute - CBI of Miami, Miami.


-  Pós-Graduanda | Avaliação Psicológica pela IPOG - Instituto de Pós-graduação e Graduação, Brasília.

Demandas especializadas:

 Transtornos depressivos e ansiosos

Profunda angústia

 Frustração ou raiva excessivas

Mudanças rápidas e inesperadas no humor 

Dificuldade de se expressar

Irritabilidade exacerbada 

A história por trás da Marília Guimarães

A psicologia sempre fluiu na minha vida de forma muito natural, entrelaçada com as diversas experiências que vivenciei ao longo dos anos, sejam elas profissionais ou pessoais.

            Há três anos decidi mudar de país, viver nos Estados Unidos, mas especificamente em Boston - Massachussets, um polo de conhecimento e a casa das melhores universidades do mundo. Por dois anos tive a oportunidade de acompanhar três crianças lindas, sendo duas delas com desenvolvimento atípico. Lá eu pude ver a teoria e a prática imersas em um único local. Pude sentir como a cultura se mistura ao posicionamento profissional, juntar todas as experiências que tive em um único contexto.

 

Tive a oportunidade de acompanhar as crianças nas diversas terapias escolhidas pelos profissionais; participar das decisões clinicas; viver o lado profissional mas também sentir a dificuldade da família; Pude relembrar a importância do contexto familiar para um desenvolvimento saudável; estudar um pouco mais sobre novas perspectivas e abrir a mente para outras técnicas e teorias que antes não me chamavam tanta atenção.

            Retomando o inicio da minha jornada, o hospital Sarah Kubitschek foi a minha primeira experiência prática. Lá eu pude vislumbrar como era um trabalho em equipe multidisciplinar, o desenvolvimento infantil e a atuação do psicólogo nesse contexto. Em seguida, iniciei no ramo da avaliação psicológica, e pude ver a importância da família no contexto clínico. Mais pra frente atuei na maternidade e percebi a importância do apoio psicológico nesse momento de tanta fragilidade da mãe, do pai, do bebê e da constituição da família.

            Já na clínica atendi, crianças pequenas, grandes, pré-adolescente, adolescentes e adultos. Entrei nesse mundo incrível, de rotinas “desrotinadas”, de angustias, de empoderamento, do tempo lógico e de tantos outros mistérios que só a terapia pode nos trazer. Contudo, todas as vezes em que pensava a minha história com a psicologia eu lembrava de um momento, o momento exato em que escolhi fazer parte dessa jornada. Ainda na escola tive uma aula na qual falamos sobre Freud e alguns conceitos básicos de sua teoria. Lembro de ter ficado muda, vidrada a cada palavra que saía da boca do professor. E sim, foi nesse momento que decidi a minha profissão mas a minha história não começou ali. Ao pensar bem, me lembrei da minha primeira terapeuta, ainda na infância, do carinho que sentia por ela, de como a terapia me empedrou, de como alguns questionamentos foram respondidos, outros foram criados e como outros tantos foram perdendo importância. A psicologia e a Terapia me fizeram enxergar o mundo a partir de outra perspectiva e com isso me impulsionou a querer ser essa energia para outras pessoas.